sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Aquecimento global: todos podem fazer sua parte


Mudanças no clima são nosso maior desafio. Influem na oferta de água e na qualidade do solo, na biodiversidade e na degradação dos oceanos e alteram a maneira como vivemos. Veja o que já está acontecendo pelo mundo
Edição: Mônica Nunes
(Planeta Sustentável - Junho 2011*)
A temperatura no planeta está 0,6ºC acima da média histórica, de 14ºC. A última década foi a mais quente desde o início da medição, no século 19.

Se a temperatura do planeta subir além de 2ºC nossa vida ficará mais difícil. Ou, no mínimo, diferente do que é hoje. Ela já subiu 0,6ºC. A seguir, alguns impactos das mudanças climáticas que já estamos sentindo:

- Chuvas fortes e secas intensas comprometem a produção das hidrelétricas: é preciso abrir as comportas dos reservatórios ou surge o medo do apagão.

- Boa parte das culturas são sensíveis às alterações do clima: O chá Assam, da Índia, perdeu a intensidade do sabor e produtividade. Na Colômbia, colhem-se menos grãos do seu café gourmet. Na Europa e na América do Sul, os produtores de vinho procuram novas variedades de uva. (Leia as reportagens Mudanças climáticas afetam produção de alimentos e Mudança do clima ameaça vinho europeu;

- Mais chuvas e em alta intensidade levam mais sedimentos para os rios, lagos e reservatórios. Isso requer esforço maior no tratamento da água.

- Estações de esqui estão ameaçadas! Em 2010, na Olimpíada de Inverno, em Vancouver, foi preciso trazer neve de outras regiões. (Esse problema foi divulgado em 2007, pelas revistas Superinteressante, no Especial 33 lugares para conhecer antes que acabem e Veja, na reportagem Não tem neve, vamos ao spa)

- Com a elevação do nível do mar, a faixa de areia de praias de ilhas paradisíacas e cidades à beira-mar diminui a cada ano, atingindo moradores e turistas.

É preciso mudar hábitos para reduzir o impacto do nosso estilo de vida no planeta. Governos buscam acordos mundiais; empresas estudam como produzir mais com menos; você faz o mesmo ao consumir, descartar e se locomover de forma responsável.